REACH

Programação

    MESA 1 | A EVOLUÇÃO DO DESIGN DE AUDIÊNCIA

    07 de outubro | Segunda-feira | 10h 

    Espaço Itaú de Cinema Augusta | Sala 3 

     

    O Design de Audiência surgiu há alguns anos como uma ferramenta criativa para explorar possíveis conexões entre filmes e audiências durante as etapas de promoção. Nesse momento o foco dos debates era a produção transmídia e as plataformas de streaming ainda não haviam começado a produzir originals. Desde então o mercado tem passado por grandes transformações e a pergunta agora é, como o Design de Audiência deve acompanhar essa evolução?

     

    Greta Nordio: Junior Producer/Audience Designer – Vivo Films [Itália]

    Marcelo Quesada: Head of Distribution – Pacífica Grey [Costa Rica]

    • Greta Nordio

    • Marcelo Quesada

    • Greta nasceu e cresceu em Veneza, Itália, e atualmente trabalha como produtora júnior para a Vivo Film, uma produtora independente premiada com sede em Roma. Ela também trabalha na área de design de audiência há anos, colaborando com o TorinoFilmLab em diversos projetos, incluindo as estratégias de marketing do premiado The Wound (John Trengove, 2017) e do vencedor do Festival de Locarno, A Land imagined (Yeo Siew Hua, 2018), além de ministrar oficinas em São Paulo (Brasil) e Beirute (Líbano). É graduada em Inglês e Cinema na Escócia e mestre em Cinema pela Columbia University, Nova Iorque, onde morou por 3 anos. Em Nova Iorque, trabalhou principalmente para a Film Presence, especializada em campanhas estratégicas de divulgação e financiamento coletivo, tendo conduzido pesquisas de público-alvo potencial e realizado contato com associações importantes para a promoção de diversos filmes, incluindo documentários (Citizenfour) e filmes de ficção (Miles ahead).
      Fundador e codiretor do Pacífica Grey, projeto voltado à produção, distribuição e exibição alternativa de cinema independente na América Central, e que traz para a região o trabalho de expoentes como Ruben Östlund, Agnès Varda e Jim Jarmusch. Marcelo combinou esta tarefa com a gestão cultural, assessorando o desenvolvimento de espaços de formação e indústria para o Fundo Cinergia. Foi diretor artístico do Costa Rica Festival Internacional de Cinema de 2015 a 2017, e no momento atua como assessor de programação para o Festival IDFA, além de colaborar como tutor para instituições como Torino Film Lab e Locarno Filmmakers Academy. É produtor de Cascos indomables (TIFF 2018) e Lucía en el limbo (Cannes Critics Week 2019), e está desenvolvendo como coprodutor o filme Clara sola, obra de estreia de Nathalie Álvarez, com apoio do World Cinema Fund, Hubert Bals, Swedish Film Institute, entre outros.

    MESA 02 | AUDIÊNCIA DESDE O INÍCIO

    07 de outubro | Segunda-feira | 15h 

    Espaço Itaú de Cinema Augusta | Sala 4 

     

    Um diálogo entre fundos e instituições que apoiam, financiam e participam do financiamento e desenvolvimento de projetos audiovisuais. 

    Como tais organizações avaliam a importância da busca pela audiência desde o princípio dos projetos e qual a sua visão e proposta em relação a iniciativas de formação de público? De que maneira podem contribuir para gerar relevância, provendo estratégias eficazes para os produtores e seu conteúdo?

     

    Elena Vilardell –  Secretária Técnica e Executiva – Programa IBERMEDIA [Espanha]

    Fay Breeman – Hubert Bals Fund Manager – International Film Festival Rotterdam [Holanda]

    Satu Elo– Programme Manager Europe – European Audiovisual Entrepreneurs – EAVE [Luxemburgo]

     

    MEDIAÇÃO

    Josephine Bourgois – Diretora Executiva – Projeto Paradiso [Brasil] 

    • Elena Vilardell

    • Fay Breeman

    • Satu Elo

    • Joséphine Bourgois

    • É secretária técnica e executiva do Programa Ibermedia desde 1998, membro da Comissão de Projetos da Junta da Andaluzia e da Comissão de Estudo de Projetos do Centro Nacional de Cinema da Venezuela. Esteve à frente no departamento de direção e relações internacionais da Filmoteca Generalitat Valenciana e foi coordenadora da Sala de Cinema da Universidade de Valência. Também escreveu diversos artigos para o Journal of Film Preservation, revista trimestral editada pela FIAF (Federación Internacional de Archivos Fílmicos).
      Fay Breeman é gestora do Fundo Hubert Bals do Festival International de Cinema de Roterdã (IFFR). Ela se formou na Utrecht University em 2011, com mestrado em Cinema e Televisão e especialização em Jornalismo. Desde então, ela trabalha para os departamentos de indústria e mercados de coprodução dos festivais IFFR, Festival de Cinema da Holanda, Go Short e Cinekid, todos na Holanda. Ela participou do comitê de seleção de curtas-metragens do IFFR entre 2014 e 2016. Em 2011, começou a trabalhar temporariamente para o Fundo Hubert Bals, e ingressou no fundo em regime integral em janeiro de 2017.
      Satu Elo trabalha desde 2010 como gestora de programação na EAVE - European Audiovisual Entrepreneurs, com sede em Luxemburgo. Ela é responsável pela organização do EAVE Producers Workshop, EAVE Marketing Workshop, EAVE+ e EAVE on Demand, entre outros. Durante 2004 e 2010 trabalhou na Finnish Film Foundation como membro da equipe responsável pela promoção internacional de filmes finlandeses, e durante 1998 e 2004 foi responsável pela gestão executiva e fez parte da equipe de programação do Espoo Ciné International Film Festival, na Finlândia. Outras atividades anteriores incluem trabalhos como jornalista freelancer e tradutora.
      Com mestrado em Letras pela Sorbonne (Paris) e em Ciências Sociais pela Universidade de Nova Iorque (NYU), Joséphine Bourgois tem longa experiência no terceiro setor e na área cultural no Brasil. Hoje atua como diretora executiva do Instituto Olga Rabinovich, entidade filantrópica que criou o Projeto Paradiso em 2018 com o objetivo de apoiar talentos do setor audiovisual.

    MESA 3: MY FRENCH FILM FESTIVAL: CONTEÚDO LOCAL PARA AUDIÊNCIAS GLOBAIS

    07 de outubro | Segunda-feira | 17h 

    Espaço Itaú de Cinema Augusta | Sala 4 

     

    Como atingir audiência internacional para conteúdo local, com inovação e tecnologia, reunindo os parceiros certos e as melhores ferramentas de marketing disponíveis? 

    Um festival único e sem fronteiras, que na sua 9ª edição, em 2019, alcançou mais de 10 milhões de visualizações em 200 países. Os títulos são legendados em 11 línguas e oferecidos a preços especiais em parceria com mais de 50 plataformas de VOD e no próprio site (myfrenchfilmfestival.com). My French Film Festival é modelo de uma iniciativa bem-sucedida que a cada ano cativa uma enorme audiência para filmes franceses ao redor do mundo.

     

    Quentin Deleau – Head of Digital Distribution / Co-manager of MyFrenchFilmFestival – UniFrance [França]


    MEDIAÇÃO

    Paula Gastaud – Chief Acquisition Officer – Sofa Digital [Brasil]

    • Quentin Deleau

    • Paula Gastaud

    • Quentin se formou na Universidade Paris-Dauphine em Gestão de TV e Novas Mídias. Ele se juntou ao grupo Orange em 2010 para se encarregar da promoção de conteúdo. Depois de conduzir consultorias para festivais de cinema e empresas de produção, ele se juntou à UniFrance em 2014 como diretor da área de Dados Econômicos. Quentin é atualmente chefe de distribuição digital na UniFrance e codiretor do MyFrenchFilmFestival. Criado em 2011, o 1º Festival de Cinema Francês online permite que os espectadores descubram o que há de melhor em longas e curtas-metragens em língua francesa, legendados em 11 idiomas. Em sua 9ª edição, MyFrenchFilmFestival registrou 10 milhões de visualizações de filmes do mundo todo.
      Paula Gastaud é diretora de aquisições da Sofa Digital, agregadora de VOD líder do mercado latino-americano. Há mais de 15 anos no mercado internacional de produção e distribuição, é consultora e conferencista em programas e instituições como: Locarno Industry Academy, EICTV-Cuba, Projeto Paradiso, BrLab, AMACC, Marché du Film's Producers Network, Festival de Cine de San Sebastián.

    MESA 4 | CURADORIA & RELEVÂNCIA: CONECTAR E CRIAR AUDIÊNCIAS

    08 de outubro | Terça-feira | 15h 

    Espaço Itaú de Cinema Augusta | Sala 4 

     

    “Curadoria” e “relevância” são palavras-chave para alcançar público e construir uma jornada de sucesso para o conteúdo. Dos festivais de cinema ao business-to-consumer, como sobreviver em meio a um panorama tão competitivo e sobrecarregado de ofertas?

    Em um cenário desafiador, em que grande parte do consumo de conteúdo e da informação sobre conteúdos disponíveis se organiza de maneira dinâmica, em múltiplas telas e inúmeras plataformas, a curadoria, mais do que nunca, opera a serviço da conexão entre o público e o conteúdo que ele quer ver. Em meio à imensa oferta existente, tornar relevante um conteúdo, canal ou programação de festival é fundamental para amenizar a dispersão da audiência e formar público.

     

    André Saddy – Diretor geral – Canal Brasil [Brasil]

    Edward Humphrey – Director of Digital & Ventures – BFI [Inglaterra]

    Estrella Araiza – Diretora Geral FICG e FICG Los Angeles – Festival Internacional de Cine de Guadalajara [México]

     

    MEDIAÇÃO

    Juliana Barbieri – Country Manager – MUBI [Inglaterra]

    • André Saddy

    • Edward Humphrey

    • Estrella Araiza

    • Juliana Barbieri

    • André Saddy, sócio e diretor geral do Canal Brasil, onde está desde 1999. Trabalhou de 1995 a 1999 na produtora LC Barreto participando dos filmes O Quatrilho, O Que é isso companheiro?, Bela donna, Uma Aventura do Zico e Bossa nova. Produziu também os documentários de longa-metragem Loki – Arnaldo Baptista e Olho nu – Ney Matogrosso.
      Edward Humphrey ingressou no British Film Institute em 2013 e é diretor da área de Negócios Digitais. Ele é responsável por todos os assuntos relacionados à estratégia e execução digital, à distribuição de conteúdo internacional e a novos empreendimentos comerciais. Edward tem 15 anos de experiência no setor de entretenimento digital, e trabalha em projetos para cinema e televisão no Reino Unido, Europa e América do Norte. Anteriormente, Edward ocupou cargos seniores na Disney, na emissora de TV nacional ITV, na fornecedora de TV a cabo Virgin Media e na produtora de TV Zodiak Media.
      Estrella Araiza é a atual diretora geral do Festival Internacional de Cinema de Guadalajara (FICG) e do Festival Internacional de Cinema de Guadalajara em Los Angeles (FICG in LA), mantendo o foco profissional no cinema mexicano e latino-americano. Em sua trajetória, conta com experiência como diretora de Indústria e Mercado do FICG, agente de vendas, acadêmica e distribuidora no território mexicano. Começou sua carreira na distribuição internacional em 2005 e em 2012 fundou sua empresa, a Vendo Cine. Foi jurada em festivais internacionais, além de colaborar e participar de mercados cinematográficos de relevância internacional. Implementou programas como o Indústria Includente, focado em pessoas com alguma deficiência, permitindo que tenham acesso a filmes em tela grande; e o FILM, que promoveu a aproximação de escritores, roteiristas e casas editoriais da indústria do cinema. A partir de 2018 esteva à frente dos projetos especiais do FICG com o diretor de cinema Guillermo del Toro.
      Formada em Propaganda e Marketing, Juliana começou sua carreira no mercado de Telecomunicações, com foco em oferta de serviços. Apaixonada por cinema, mudou-se para Nova Iorque, onde cursou Produção Cinematográfica, na NYU, e concluiu sua pós-graduação em Media Studies, na Parsons, na qual foi assistente do artista David LaChapelle. Nos últimos anos tem se dedicado ao mercado de streaming e novos modelos de distribuição de conteúdo. Atua hoje como country manager da plataforma MUBI no Brasil.

    MESA 5 | O CAMINHO PARA A AUDIÊNCIA PASSA POR DADOS

    08 de outubro | Terça-feira | 17h 

    Espaço Itaú de Cinema Augusta | Sala 4

     

    A tecnologia está a favor da conexão com a audiência. Inteligência Artificial, Análise de Big Data, Clusterização, Target de Audiência, Marketing de Impacto Social, Curadoria, Storytelling, Marketplaces: um panorama das mais atuais ferramentas de marketing de impacto de audiência e promoção de conteúdo na perspectiva de players-chave do setor.

     

    Jero Santamarina – COO – EYELET [Austrália]

    Fábio Lima – Diretor Executivo – Filmmelier [Brasil]

    Luiz Fernando Silva – Parrot Analytics [Nova Zelândia]

    Tiago Lessa – Head de Marketing, BI e CRM – Globoplay [Brasil]

     

    MEDIAÇÃO

    Paulo Pereira – Desbrava Data & Marketing [Brasil]

    • Jero Santamarina

    • Fábio Lima

    • Luiz Fernando da Silva

    • Tiago Lessa

    • Paulo Pereira

    • Promotor de inovação digital por meio de estratégia, tecnologia e comunicação. Fundador e consultor com experiência comprovada na construção de negócios e geração de lucros para empresas multinacionais, PMEs e startups em todo o mundo. Desde 2018 é COO da Eyelet Media, uma empresa de tecnologia australiana que está construindo a próxima revolução na indústria de cinema independente. A Eyelet é a primeira tecnologia VOD inovadora a oferecer aos cinéfilos de todo o mundo uma plataforma de streaming única, portátil e sem fronteiras para um novo universo de cinema independente e de alta qualidade, representando mais de 20 mil filmes e 70 editores, com mais de 140 milhões de visitas mensais nos 4 continentes e em 28 países do mundo todo.
      Fundador da Sofa Digital, Lima é um empreendedor da área de mídia e tecnologia que, desde 2000, se concentra em streaming e conteúdo digital. Em 2003, ele ajudou a criar a Rain Networks, a primeira rede de cinema digital do mundo. Atento às tendências internacionais, em 2008 seu foco se expandiu para as áreas de distribuição digital de filmes sob demanda e transmissão ao vivo de conteúdo alternativo, como shows ao vivo, eventos esportivos, óperas e teatro. Atualmente, como parceiro executivo do Sofa Group, ele lidera uma empresa internacional líder na distribuição de VOD.
      Insights product manager da Parrot Analytics, empresa dedicada à análise de demanda de conteúdo audiovisual em múltiplas plataformas. Acumula 12 anos de experiência no mercado, mais da metade trabalhando na TV Globo como pesquisador de tendências e curador de conteúdo. Doutor em Comunicação e Cultura pela Escola de Comunicação da UFRJ. Entre 2014 e 2015 foi professor do MBA Regulação da Atividade Audiovisual, criado pelo Instituto de Economia da UFRJ para a Ancine. Atualmente é professor convidado de cursos de MBA da ESPM-Rio.
      Tiago Lessa estudou Administração na UFRJ com especialização em Marketing pela Coppead. Teve uma longa passagem pela Petróleo Ipiranga e está no Grupo Globo há 12 anos. Dentro do Grupo teve atuação destacada na liderança e desenvolvimento das estratégias digitais da Rede Telecine e hoje é o responsável pelas áreas de marketing, aquisição, engajamento e business intelligence do Globoplay, onde vem promovendo uma grande transformação com foco na jornada multicanal e demandas do consumidor.
      Paulo Pereira tem experiência de mais de 16 anos em cinema, em empresas como Cinépolis, Cinemark e Warner Bros, além de passagens por Hewlett Packard, Dr Oetker, entre outras. Administrador, publicitário, com especialização em Estatística pela FGV, Marketing Digital pela Columbia University, Business Leadership pela Harvard Business University, e Data Science & Analytics pela Berkeley University. Em 2019 abriu sua própria empresa, focada em dados para o marketing digital e relacionamento com consumidores, a Desbrava.

    MESA 6 | JANELAS E DIREITOS: QUAL É O BOM NEGÓCIO?

    09 de outubro | Quarta-feira | 15h 

    Espaço Itaú de Cinema Augusta | Sala 4 

     

    A dinâmica de consumo no mundo multitelas, deslocada do espaço físico, cria a necessidade de repensar modelos tradicionais de financiamento e comercialização. As fronteiras entre as janelas de distribuição já não são tão definidas e a relevância do conteúdo ganha protagonismo na negociação.

    Quais as tendências e oportunidades que esta nova ordem apresenta? Como obter retorno de investimento garantindo alcance de público? Uma conversa entre produtores, distribuidores e agentes de vendas que atuam a nível global e suas visões e experiências desse cenário.

     

     

    Rodrigo Teixeira – Fundador e presidente – RT Features [Brasil]

    Sandino Saravia Vinay – Produtor – CINEVINAY [Uruguai/México]

    Stacy Glassgold – International Sales & Acquisitions Consultant –  Blue Fox Entertainment [EUA]

     

    MEDIAÇÃO

    Juliana Jacobsen – Head of Acquisitions/COO – BF Distribution [Chile]

    • Rodrigo Teixeira

    • Sandino Saravia Vinay

    • Stacy Glassgold

    • Juliana Jacobsen

    • Rodrigo Teixeira é membro da Academia de Artes e Ciências Cinematográfica nos Estados Unidos e fundador da RT Features, produtora com base em São Paulo e escritório em Nova York. Esteve à frente da produção de filmes como O Cheiro do ralo (2006), Frances Ha (2013), A Bruxa (2016) e Me chame pelo seu nome (2017). Também é produtor de A Vida invisível de Eurídice Gusmão, de Karim Aïnouz, exibido no último Festival de Cannes e vencedor do Grand Prix da mostra Un Certain Regard. Em 2019 estreou The Lighthouse, com Willem Dafoe e Robert Pattinson, exibido na Quinzena dos Realizadores e vencedor do FIPRESCI – Prêmio da Crítica Internacional. Seus dois últimos lançamentos são Ad Astra, ficção científica estrelada por Brad Pitt e dirigida por James Gray, e Wasp network, do diretor Olivier Assayas. Ambos foram selecionados para exibição no festival de Veneza.
      Produtor baseado no México e Uruguai. Participou de filmes como El Baño del Papa, de Enrique Fernández e César Charlone; Un Monstruo de mil cabezas, de Rodrigo Plá; Boi neon, de Gabriel Mascaro; Pájaros de verano, de Cristina Gallego e Ciro Guerra; Roma, de Alfonso Cuarón; e Divino amor, de Gabriel Mascaro, entre outros. Atualmente é sócio-produtor na CINEVINAY (México) e Malbicho Cine (Uruguai).
      Stacy Glassgold é executiva e produtora de filmes especializada em vendas e distribuição internacional. Atualmente é responsável por vendas e aquisições internacionais na Blue Fox Entertainment e, mais recentemente, atuou como vice-presidente internacional de vendas na XYZ Films e na Myriad Pictures. Ela já trabalhou em filmes como Abe, de Fernando Grostein Andrade, The Queen of Spain, The Disappearance of Eleanor Rigby, The Last word, além de Mandy e Arctic, exibidos em Cannes em 2018. Stacy também está produzindo um documentário sobre a influente estação de rádio pública de Los Angeles, KCRW. Anteriormente, Stacy trabalhou com desenvolvimento e produção na State Street Pictures como executiva criativa para o diretor George Tillman Jr. Ela desenvolveu diversos projetos de filmes e atuou como produtora associada no longa-metragem de Tillman The Inevitable defeat of Mister & Pete, exibido em Sundance em 2013.
      Juliana Jacobsen é consultora brasileira na indústria de entretenimento latino-americana, com 10 anos de experiência em aquisição, venda e distribuição de longas-metragens. Como COO da BF, Juliana lidera aquisições para a América Latina e busca novas oportunidades de negócios. Ela esteve envolvida na distribuição de uma variedade de filmes de todos os gêneros, como Train to Busan, Non stop e La La Land, entre centenas de outros.

    MESA 7 | INVESTIMENTO PRIVADO E FINANCIAMENTO ATRAVÉS DE PLATAFORMAS DE STREAMING: A MEDIDA DA AUDIÊNCIA

    09 de outubro | Quarta-feira | 17h 

    Espaço Itaú de Cinema Augusta | Sala 4 

     

    A expansão do mercado por meio do avanço tecnológico ampliou as possibilidades de financiamento de conteúdo audiovisual. Uma conversa sobre Fundos Privados, Cash Flow Production, Factoring e Financiamento através de plataformas de streaming. De que maneira a resposta da audiência ao conteúdo pode influenciar esse investimento?

     

    Sébastien Janin – Partner, director of acquisition and series production –Media Musketeers [França/Inglaterra/Holanda]

    • Sébastien Janin

    • Sébastien Janin é um veterano experiente da indústria de cinema e televisão. Ele é gestor de negócios de mídia internacional com mais de 20 anos de experiência em finanças e distribuição em algumas das maiores empresas de entretenimento da Europa, incluindo o Canal+. Sébastien foi responsável pelo lançamento da área internacional de filmes do iTunes, gerenciando o relacionamento da Apple com produtoras e distribuidoras de cinema independente desde então. Atualmente, ele é um dos sócios e diretor de aquisições e produção de séries da Media Musketeers, uma empresa de produção executiva europeia especializada na aquisição, desenvolvimento criativo e estruturação financeira de séries de televisão e filmes de ponta para o público internacional.