BrLab 2018

Master classes

Sorry, this entry is only available in Brazilian Portuguese. For the sake of viewer convenience, the content is shown below in the alternative language. You may click the link to switch the active language.

 

Esta master class fornece algumas dicas sobre o equilíbrio entre razão e emoção, que destrava os elos entre cineasta e público. Olhar além do pensamento dominante que dita que “estrutura é tudo”, explicando por que alguns personagens interessantes falham e algumas grandes ideias não levam a grandes filmes. É possível começar um projeto de filme, seja um curta, longa, de animação ou não, em qualquer lugar. Você pode se inspirar em uma música, em outro filme, em uma história nos noticiários, em um amigo, em alguém que você viu na rua, em uma conversa que ouviu ou em uma imagem que você simplesmente não consegue esquecer. Muitos animadores começam com um personagem ou uma situação. Não importa de onde você começa, ou se acham ou não que sua ideia é boa; o que importa é onde você termina.

  • Phil Parker

    Phil Parker is one of Europe’s leading content development consultants – productions include “Wallace and Gromit – curse of the were rabbit” e Terry Prachett’s  “Hogfather”. Co-wrote “Manou”, an animated feature currently in production. Developed “Bach in Brazil’ a live action German/Brazilian feature with first time director Ansgher Ahlers, 16 week run in German cinemas in 2016. He founded the UK’s most successful screenwriting course. Graduates went on to win several BAFTA’s, a Palme D’Or and be Oscar nominated. Author of the “Art and science of screenwriting’. He is currently working on projects from Poland, Czech Republic, Slovakia, Germany, and the UK.