Juliana Vicente

É diretora, produtora e fundadora da Preta Portê Filmes. Formada em Cinema pela FAAP e EICTV em Cuba, dirigiu o curta “Cores e botas”, exibido mundialmente em mais de 50 festivais. Como diretora convidada, integrou o grupo do Berlinale Talents (2015), no Festival de Berlim, mesmo ano em que foi premiada com a coprodução “A Terra e a sombra”, no Festival de Cannes. Em 2016 foi contemplada com o edital Rumos Itaú Cultural para a produção do filme “Diálogos com Ruth de Souza”, atualmente em produção, e desenvolve o roteiro de seu primeiro longa de ficção, “Cores de maio”, contemplado no edital de Doctoring da Spcine e participante do BrLab 2017. Na TV, em 2017 lançou a série documental “Afronta!”, em parceria com o Canal Futura e dirigiu a 13a temporada da série “Espelho”, de Lázaro Ramos, exibida no Canal Brasil.