A pista de dança

Numa festa, Izack conhece Renata; a paixão devora seu peso e sua identidade. Três meses depois, resgatado pelos amigos, o jovem decide que no fim do ano fará uma festa para provar que se transformou em outra pessoa. Enquanto isso, as irmãs Gyl e Débora têm suas conhecidas festas postas em risco, depois de um acidente estúpido na casa em que vivem. A mãe lhes corta a mesada, e as irmãs precisam encontrar novas maneiras de sustentar o modo de vida que levam. Ao redor deles, uma dezena de personagens orbita, compondo uma complexa e bem-humorada crônica da juventude de Fortaleza no ano de 2010.

 

duração estimada 120’

INFORMAÇÕES TÉCNICAS

País:

Valor Estimado: US$ 650.000,00

Valor Captado: U$ 0,00

Contato:

ticiana@tardo.com.br

Direção

  • Leonardo Mouramateus

    Leonardo Mouramateus nasceu em 1991 em Fortaleza, Brasil. Escreveu e dirigiu uma série de curtas premiados, exibidos em festivais como o Festival Del Film Locarno, o Cinéma Du Réel e o Indie Lisboa, entre muitos outros. Os filmes também foram exibidos em museus como o Centre Pompidou, em Paris. Recentemente, retrospectivas de seu trabalho foram apresentadas em instituições selecionadas, mais notavelmente na Cinemateca Francesa. Leonardo Mouramateus apresentou o seu longa-metragem de estreia “António um dois três” (2017) no Film Festival Rotterdam.

Produção

  • Ticiana Augusto Lima

    Ticiana Augusto Lima é formada em Cinema pela Universidade de Fortaleza, no curso de Cinema da Escola Vila das Artes, e possui mestrado em Expressão Plástica pela EMA – École Media Art Fructidor. Ticiana é a fundadora da Tardo Filmes, produtora de cinema que, desde 2011, produz curtas e filmes independentes no Ceará, tais como “A morte misteriosa de Pérola” (2014, Roterdã, Janela Internacional de Cinema), “O animal sonhado” (2015, 18a Mostra de Tiradentes e Festival de Cinema Independente de Ars), “Doce amianto” (2011, Semana dos Realizadores, Vitória) “O estranho caso de Ezequiel” (2016, 5º Olhar de Cinema de Curitiba). Ticiana também dirigiu o curta-metragem “Vailamideus” e codirigiu o filme “O animal sonhado”.