Corte Real

Em 2016, dois personagens do período colonial brasileiro habitam, de forma espectral, a cidade do Rio de Janeiro. Ela, Catarina, uma dama de companhia portuguesa, que veio para o Brasil em 1808 acompanhando a Corte Real de Portugal. Ele, Eseú Agoa, um negro escravizado dentre os quatro milhões que tiveram sua entrada forçada na colônia portuguesa. Numa narrativa fantástica e alegórica, eles vivem isolados num Palácio colonial abandonado e em ruínas, e juntos forjam o dia-a-dia da antiga Corte, reencenando rituais da nobreza. No entanto, ambos serão perturbados pela consciência de outros tempos.

INFORMAÇÕES TÉCNICAS

País: Brasil

Valor Estimado: R$ 2.100.000,00

Valor Captado: R$ 40.000,00

Contato:

luana@anavilhana.art.br

Direção

  • Julia De Simone

    Julia De Simone (1982, RJ) dirigiu os longas Romance de Formação (2011, Semana dos Realizadores) e Aracati (2015, IDFA); e os curtas O Porto (2014, Tiger IFFR), Estudo para o Vento (2011, Mostra SP), Sinfonia (2010, CurtaCinema), Encanto (2007, Documenta Madrid). Corte Real foi contemplado pelo Hubert Bals Fund para desenvolvimento de roteiro.

Produção

  • Luana Melgaço

    Luana Melgaço é sócia da Anavilhana desde 2009, e membro da Teia de 2010 a 2014. Assina a produção e produção executiva de curtas e longas de Clarissa Campolina, Helvécio Marins, Marcos Pimentel, Marilia Rocha, Sergio Borges, entre outros. Teve filmes premiados em importantes festivais no Brasil e no mundo, e lançados em salas de cinema, televisão e DVD.