PROJETO

Ontem havia coisas estranhas no céu

Valor Estimado US$ 260,000.00Valor Captado US$ 20,000.00

Ontem havia coisas estranhas no céu

País Brasil

Direção Bruno Risas

Produção Michael Warhmann

Meu pai ficou desempregado depois de 15 anos de estabilidade. Minha família tentou inúmeros caminhos, mas se viu obrigada a voltar para a velha casa no Bresser. Esse retorno foi em 2010. Fiquei vivendo com eles para ajudá-los em sua nova condição: sem dinheiro, sem possibilidades, a identidade fraturada. A casa fica em uma pequena vila remanescente de outros tempos. Ali, primeiro havia os rios e os povos primitivos. Depois vieram as fábricas e os operários. Hoje proliferam os condomínios e os estacionamentos. A vila se mantém idêntica. Minha mãe procura saídas, mas não sabe o que fazer. Meu pai não quer mais trabalhar. Propus a eles fazermos juntos um filme sobre a situação. Misturando a ficção, materiais de arquivo, filmagens domésticas e documentais, tentamos atravessar os tempos e criar um novo: o de nosso encontro conosco mesmos. Mas em meio a isso, umas coisas estranhas e brilhantes apareceram no céu. Eles perseguem minha mãe; ela se entrega.

Bruno Risas

Bruno RisasDireção

Sócio da Sancho Filmes, Bruno Risas dirigiu os curtas Os cegos e Cajamar. É fotógrafo de premiados filmes, como Pouco mais de um mês (Menção Honrosa na Quinzaine des Réalisateurs em 2014) e Aliança. Atualmente desenvolve seu primeiro longa, Ontem havia coisas estranhas no céu, participante do Talent Campus Buenos Aires e contemplado em um Prêmio de Desenvolvimento do município de São Paulo.

Michael Warhmann

Michael WarhmannProdução

Formado em Cinema pela FAAP, Michael Warhmann dirigiu os curta Avós e Oma, que foram selecionados para mais de 60 festivais, como a 60ª Berlinale, e premiados em mais de 40 deles. Avanti Popolo, seu primeiro longa, foi premiado no Festival Internazionale del Film di Roma e no Festival de Brasília, entre outros. Atualmente está desenvolvendo três longas.