Palestrantes

  • Albertina Carri

    Albertina Carri

    Albertina Carri – diretora, produtora e roteirista – nasceu em Buenos Aires em 1973, onde atualmente vive e trabalha. É uma das figuras que consolidou o conceito de Novo Cinema Argentino, e se caracteriza por sua versatilidade e constante incursão em diferentes gêneros. Ao longo de sua carreira realizou diversos curtas-metragens, telefilmes, séries de TV e quatro longas: No quiero volver a casa, Los rubios, Géminis e La rabia. Recebeu prêmios nos festivais de Valência, Las Palmas, Barcelona, Gijón, Bratislava, Monterrei, Transilvânia, Havana e Buenos Aires. É a diretora artística do Asterisco – Festival Internacional de Cine LGBTIQ de Argentina.

    [Continuar Lendo]
  • Andrés Wood

    Andrés Wood

    Andrés Wood se formou em Economia pela Universidad Católica de Chile, e posteriormente foi a Nova York estudar Cinema na NYU. Dirigiu os longas-metragens Historias de fútbol, La fiebre del loco, Machuca, um dos filmes mais vistos e premiados na história do cinema chileno, e La buena vida, que recebeu o prêmio Goya de Melhor Filme Estrangeiro Hispano-Americano. Seu último longa como diretor foi Violeta se fue a los cielos, uma coprodução Chile-Brasil-Argentina. Seu trabalho foi exibido nos festivais de cinema mais importantes do mundo, como Cannes, Venezia, San Sebastián, Toronto e Sundance.

    [Continuar Lendo]
  • Bárbara Sonnewend

    Bárbara Sonnewend

    Bárbara Sonnewend é produtora e designer. Formada em Design pelo Centro Universitário Senac, passou a trabalhar na área de produção audiovisual pelo Coletivo Lumika. Atualmente faz a direção de produção do documentário Dentro de nós, novo trabalho do coletivo. Na área de design já atuou em agências de publicidade até se tornar autônoma, e atualmente faz produção de conteúdo para divulgação de filmes como Hoje eu quero voltar sozinho, Setenta e O mercado de notícias. Faz pós-graduação em Estéticas Tecnológicas na PUC-SP e se formou em Diversidade de gêneros e orientações sexuais no curso de extensão da FFLCH-USP.

    [Continuar Lendo]
  • Daniel Ribeiro

    Daniel Ribeiro

    Daniel Ribeiro nasceu em 1982 em São Paulo, e é formado em Audiovisual pela ECA-USP. Roteirizou e dirigiu os curtas-metragens Café com leite e Eu não quero voltar sozinho, que participaram de mais de 180 festivais ao redor do mundo e receberam 115 prêmios, entre eles o Urso de Cristal na 58ª Berlinale e o Grande Prêmio do Cinema Brasileiro de Melhor Curta-Metragem de Ficção, concedido pela Academia Brasileira de Cinema. Em 2014, lançou seu primeiro longa-metragem, Hoje eu quero voltar sozinho, que estreou na Berlinale, onde recebeu o Prêmio FIPRESCI e o Teddy Award. Foi o filme brasileiro escolhido para concorrer a uma vaga na categoria de Melhor Filme Estrangeiro no Oscar 2015.

    [Continuar Lendo]
  • Diana Almeida

    Diana Almeida

    É produtora brasileira-moçambicana que mora e trabalha em São Paulo. Nasceu em Maputo em 1983 e formou-se na Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo. Em 2014 Diana lançou seu primeiro longa, Hoje Eu Quero Voltar Sozinho, também dirigido por Daniel Ribeiro. O filme teve a sua estreia mundial na Berlinale e recebeu os prêmios FIPRESCI e Teddy. Foi exibido e recebeu premiações em mais de 90 festivais, além de ter sido o filme escolhido para representar o Brasil no Oscar de 2015. Atualmente Diana finaliza o longa-metragem As Duas Irenes, dirigido por Fabio Meira.

    [Continuar Lendo]
  • Gabriel Mascaro

    Gabriel Mascaro

    Gabriel Mascaro nasceu em Recife em 1983, onde vive e trabalha até hoje. Seu trabalho, que já foi exibido no Guggenheim, no MACBA – Museu d’Art Contemporani de Barcelona, no MOMA Documentary Fortnight e na Athens Biennale, conjuga cinema com artes visuais. Ele escreveu e dirigiu quatro longas documentários e dois curtas que foram exibidos em importantes festivais, como Rotterdam, IDFA, Oberhausen, Clermont-Ferrand, Leipzig, CPH:DOX, Visions du Réel, BAFICI, Miami e Cartagena, entre outros. Ventos de agosto foi seu primeiro longa-metragem de ficção. Atualmente apresenta o video Não é sobre sapatos na 31ª Bienal de São Paulo.

    [Continuar Lendo]
  • José Agripino

    José Agripino

    José Agripino é realizador, roteirista e produtor audiovisual, formado em em Audiovisual pelo Senac. Trabalhou por três anos como produtor do In-Edit – Festival Internacional do Documentário Musical, e atualmente trabalha como estrategista de comunicação digital para cinema e televisão. Foi corresponsável pela estratégia de divulgação na web do lançamento dos filmes Hoje eu quero voltar sozinho, de Daniel Ribeiro e O mercado de notícias, de Jorge Furtado. Dirigiu os curtas Poliamor e Leve-me pra sair, que juntos foram vistos por mais de 1,2 milhões de pessoas na web. Atualmente faz parte do Lumika, coletivo de produção de conteúdo para o público jovem.

    [Continuar Lendo]
  • Meinolf Zurhorst

    Meinolf Zurhorst

    Meinolf Zurhorst estudou História da Arte, Cinema, TV e Antropologia; trabalhou como critico de cinema e escreveu mais de 20 livros sobre cinema e atores. Foi tutor na Mediterranean Film Business School, na European Audiovisual Entrepreneurs – EAVE, no Atelier du Cinéma Europén e na Internationale Filmschule Köln. Em 2000 passou a dirigir o departamento de cinema do canal franco-germânico ZDF/ARTE, produtor associado e/ou coprodutor de filmes como A pidgeon sat on a branch reflecting on existence, de Roy Andersson (Leão de Ouro na Viennale 2014), White god, de Kornel Mondruczó (Prêmio Un Certain Regard em 2014), e El cinco de talleres, de Adrián Biniez, entre outros.

    [Continuar Lendo]
  • Sandro Fiorin

    Sandro Fiorin

    Nascido no Brasil, Sandro Fiorin fundou a produtora FiGa Films em Los Angeles, em 2006, com o parceiro cubano-americano Alex Garcia, para descobrir e distribuir conteúdo latino-americano na América do Norte, assim como representá-lo pelo mundo. Criado no Rio de Janeiro, Fiorin estudou na Escola de Cinema da FAAP e na New School em Nova York, onde viveu e trabalhou por 14 anos, antes de mudar-se para a Califórnia em 2001. Cargos no Film Forum, Universal e First Look Films fazem parte de seus 20 anos de carreira na área. É programador do Festival de Cinema Latino Americano no High Museum of Art em Atlanta, e diretor artístico do IndieBrazil Film Festival em Los Angeles. Fiorin foi convidado para participar do júri e conduzir fóruns de discussão sobre a situação da distribuição alternativa em Sundance, San Sebastián, Cannes, Rotterdam, Toulouse e diversos outros festivais. Desde 2010 esteve envolvido na produção de premiados projetos, como Verano de Goliat, Los Viejos e Avanti Popolo.

    [Continuar Lendo]
  • Sara Silveira

    Sara Silveira

    Fundou em 1991, junto com o cine-asta Carlos Reichenbach, a empresa produtora Dezenove Som e Imagens, e desde então a administra em parceria com Maria Ionescu. Dentre suas produções estão os premiados Alma Corsária, Bicho de Sete Cabeças, Durval Discos e Cine-ma Aspirinas e Urubus, que ganhou o National Educational Prize no Festival de Cannes de 2005 e o Un Certain Regard. Também foi o Brazilian Official Entry para Melhor Filme de Língua Estrangeira no Oscar de 2007. Recentemente partici-pou como jurada da seleção Carte Blanche do 67º Festival de Locarno, e também como presidente do júri da sessão Horizontes Latinos da 62ª edição do Festival de San Sebastián

    [Continuar Lendo]
  • Silvia Cruz

    Silvia Cruz

    Iniciou sua carreira no setor cinematográfico em 2004, na distribuidora independente Pandora Filmes. Durante os três anos em que trabalhou na Pandora, se especializou nas áreas de distribuição de filmes nacionais e de análise de projetos. Distribuiu, entre outros, os filmes O Invasor, de Beto Brant, Tapete vermelho, de Luis Alberto Pereira, e Eu me lembro, de Edgard Navarro. Atuou também na área de exibição, contribuindo com a programação e com o cineclube do Cine Belas Artes, cinema vinculado à distribuidora e localizado na capital paulista. Exerce o cargo de secretária executiva do Fórum do Audiovisual do Cinema desde sua fundação, em dezembro de 2004. Lecionou no curso de Master Business em Audiovisual do Instituto Europeo de Design – IED, e palestrou sobre o mercado de curtas-metragens na Escola Superior de Propaganda e Marketing – ESPM, ambas localizadas em São Paulo. Atualmente dedica-se exclusivamente aos projetos da Vitrine Filmes, distribuidora que fundou em 2010.

    [Continuar Lendo]