Apresentação – Spcine


Spcine e BrLab: Cooperação e desenvolvimento criativo na América Latina

Em 2013, a Spcine entrou em fase de implantação. Iniciamos os primeiros passos após a aprovação do projeto de lei que criou a empresa, fruto de demanda e mobillização do setor audiovisual paulista, e do compromisso da Prefeitura em fortalecer uma política de desenvolvimento para o setor. Neste ano, colocamos oficialmente nosso bloco na rua, com editais e ações de transição para o estabelecimento da nova empresa.

Em um contexto inédito para o cinema brasileiro, que alia grande volume de oportunidades à intensa produção nacional, a Spcine chega com a proposta de reconhecer e estimular o potencial cinematográfico e audiovisual de São Paulo.

O objetivo é oferecer à cadeia produtiva de cinema, TV, web e games, uma visão estratégica baseada em três pilares: a inovação, o desenvolvimento econômico e a integração das políticas para o audiovisual nas três esferas – municipal, estadual e federal –, tendo em vista a articulação com o mercado internacional.

O BrLab, pela primeira vez em correalização com a Secretaria, reafirma a integração com os países vizinhos na etapa do desenvolvimento criativo.

Além disso, a edição deste ano do BrLab conta com três projetos selecionados pelo Edital de Desenvolvimento de Projetos Audiovisuais 2013 da Secretaria Municipal de Cultura. Os trabalhos dos talentosos diretores Bruno Risas (Ontem havia coisas estranhas no céu), Patrícia Galucci (Viagem solitária) e Gregório Graziosi (Tinnitus) também integram o grupo de 60 produções que participam do COLab – Laboratório de Convergência criado pela Secretaria Municipal de Cultura/Spcine.

Um dos projetos participantes da primeira edição do laboratório – O lobo atrás da porta – recebeu em 2014 investimento da Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo para ampliar o número de salas em que seria exibido.

A ideia é que as ações se tornem cada vez mais complementares, revelando a importância estratégica do BrLab não só para a Spcine, mas para a evolução artística da produção paulista e latino-americana de cinema.

Esperamos que este seja apenas o início de uma parceria em favor dos criadores, roteiristas e diretores participantes.

Alfredo Manevy – Secretário Adjunto de Cultura

Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo