Prêmios

Prêmio FiGa Films

Prêmio FiGa Films

A FiGa Films distribui, na América do Norte, ficções e documentários de qualquer duração tanto no circuito de arte, quanto na TV, na Internet e no mercado de home-video. Seu crescente acervo contém filmes premiados e aclamados pela crítica, adquiridos pela sua equipe nos principais festivais do mundo.

Fundada em 2006, a FiGa logo se constituiu como uma voz verdadeiramente independente para o que há de melhor na produção audiovisual do mundo inteiro, especialmente da América Latina e da Península Ibérica. Relações duradouras e um enfoque pessoal são fundamentais no trabalho de seus cofundadores, Alex Garcia e Sandro Fiorin.

A empresa expandiu suas atividades como representante e agente de vendas internacionais e também se lançou, em 2008, como coprodutora. A primeira coprodução da FiGa, Verano de Goliat (México, 2010), ganhou o Leão de Ouro como Melhor Filme no Festival de Veneza e os filmes Los Viejos (Bolívia, 2011), A Floresta de Jonathas (Brasil, 2012) e You make me feel so young(EUA, 2013) foram também coproduzidos pela empresa em seguida.

A missão da FiGa é selecionar e adquirir os direitos de projetos com relevância social e de diretores em ascensão para licenciá-los internacionalmente. Com um catálogo cada vez mais abrangente, a empresa já não se define mais como a “casa do novo cinema latino-americano”, mas também como a casa de “novos cinemas do mundo todo”.

Parceira do BrLab desde a sua concepção, em 2012 a FiGa Films passou também a nos apoiar formalmente, oferecendo um prêmio aquisição a um dos projetos participantes, com o qual trabalhará desde o desenvolvimento até seu lançamento e vendas internacionais. O prêmio é direcionado para filmes latino-americanos de qualquer nacionalidade, para representação internacional/world sales (com exceção do território do país produtor e/ou dos países coprodutores).

Em 2013, o projeto vencedor do Prêmio Aquisição FiGa Films foi Só um homem só, de Allan Ribeiro.

Mensagem FiGa Films

Mensagem FiGa Films

“Desde a sua gênese, nossa intenção de apoiar a iniciativa do BrLab cresce a cada ano. E é com grande alegria e orgulho que a FiGa Films reafirma sua colaboração com uma realização que representa tudo em que acreditamos: a comunhão entre Brasil e América Latina, a vital necessidade de integração de continente todo, o apoio irrestrito ao cinema de autor emergente, conectando influências e similaridades.

O Prêmio Aquisição da FiGa para representação internacional de um dos projetos é apenas um pequeno gesto da nossa grande admiração por uma iniciativa que prima pela formação de novos talentos e pelo desenvolvimento de sinergia, nossas prioridades dentro da FiGa Films.

Como se trata de um processo de longo prazo, com profundas repercussões, não somente a seleção de projetos progride a cada ano, como a alquimia entre os tutores e diretores/produtores vai se tornando palpável (graças à dedicação e ao cuidado de toda a equipe), a associação à Mostra Internacional de Cinema se faz notar apenas como um testamento da importância vital do Lab no calendário de fóruns internacionais.

Nossos sinceros agradecimentos ao diretor, Rafael Sampaio, que juntamente com Beatriz de Carvalho e a equipe toda da Klaxon atestaram profissionalismo e competência, corroborando com nossos anseios de vida longa vida ao BrLab.

Parabéns a todos!
Sandro Fiorin e Alex Garcia
Fundadores da FiGa Films, LLC”

Prêmio Vitrine Filmes

Prêmio Vitrine Filmes

Fundada em 2010, a Vitrine Filmes é uma empresa que se dedica à distribuição de filmes brasileiros – investindo, assim, no crescimento e na valorização do cinema nacional – e que recentemente incorporou ao seu catálogo alguns poucos e seletos títulos internacionais.

Em 2011, a distribuidora criou e consolidou o projeto de distribuição coletiva Sessão Vitrine, um novo e bem-sucedido modelo de distribuição que lançou um total de 12 filmes brasileiros em mais de dez capitais. Entre estes títulos estão Estrada para Ythaca, Os Monstros, Os Residentes eUm lugar ao sol. O projeto foi finalista do prêmio IBAC-Escola da Cidade, e do Prêmio Faz Diferença, do jornal O Globo, e foi eleito o Melhor Evento Cinematográfico do ano de 2011 pela Associação de Críticos de Cinema do Rio de Janeiro.

Desde então, seu catálogo não parou de crescer em prestígio e qualidade, reunindo títulos representativos como Além da estrada, O Céu sobre os ombros, Girimunho, Histórias que só existem quando lembradas, Vou rifar meu coração e O Som ao redor.

O comprometimento da Vitrine Filmes com o cinema latino-americano vem desde o ano de sua fundação. Em 2010, a distribuidora promoveu o lançamento do documentário Terras, de Maya Da-Rin, não apenas no Brasil mas também em territórios estrangeiros, como Peru e Guiana Francesa. Em 2012, o filme uruguaio La Vida útil, entrou em seu catálogo como o primeiro filme estrangeiro distribuído pela empresa. Da mesma forma, em 2013 lançou no Brasil Las Acacias, o primeiro longa-metragem de Pablo Giorgielli.

A Vitrine Filmes reafirma seu compromisso com o cinema latino-americano ao apoiar o BrLab pelo segundo ano consecutivo, através da concessão de um prêmio aquisição a um projeto estrangeiro (não brasileiro) participante das atividades. O BrLab gostaria de deixar registrado o reconhecimento pelo trabalho contundente que vem sendo desenvolvido pela Vitrine Filmes, e agradecer o apoio e a disposição para a garantia deste espaço sem precedentes em nosso país, que reúne ideias, talentos e projetos de qualidade para o cinema latino-americano.

Em 2013, o projeto vencedor do Prêmio Aquisição Vitrine Filmes foi Huaquero, de Juan Carlos Donoso.

Prêmio Bolívia Lab

Prêmio Bolívia Lab

Há cinco anos, o Bolívia Lab fomenta a formação cinematográfica ibero-americana através da implementação de espaços voltados a projetos em desenvolvimento, análise e clínicas de roteiro, apoios e concessão de serviços a filmes em fase de finalização, espaços de mercado e mostras de cinema.

Neste ano, mais uma vez renovamos a parceria mútua com o Bolivia Lab para continuidade na formação dos profissionais que recebemos. Assim como um dos projetos participantes no Bolivia Lab é convidado a integrar a seleção do BrLab, o laboratório boliviano concedeu uma bolsa para que um diretor(a) e um produtor(a) de um mesmo projeto participante do BrLab participem de sua próxima edição, que será realizada em julho de 2014, na cidade de La Paz.

Em 2013, o projeto selecionado pelo Bolívia Lab foi Lá fora está tudo calmo, de Tomas von der Osten.