Formada pelo Centro de Capacitação Cinematográfica, seguiu carreira como promotora do audiovisual e da cultura em geral, com especial atenção à criação de novos circuitos para exibição de filmes e à promoção do cinema contemporâneo no México e na América Latina. Em 2004 criou o Festival Internacional de Cinema Contemporâneo – FICCO (2004-2008) e em 2010 assumiu a direção geral da Cinemateca Nacional do México (2010-2013). Participou como jurada em mais de 20 festivais internacionais de cinema. Como produtora, está realizando “Inzomnia”, primeiro longa-metragem de animação em stop-motion feito no México. Acaba de estrear “Omar y Gloria”, segundo documentário de longa-metragem de Jaime Cohen, e está produzindo “Contar el amor”, de Raúl Fuentes.