Diretor, roteirista e produtor de elenco. Seu último curta-metragem, A Vez de Matar, A Vez de Morrer (2016), foi selecionado em mais de 40 festivais no Brasil e exterior, entre os quais o QueerLisboa e o Lovers Film Festival Torino. Atua como assistente de direção e produtor de elenco em longas-metragens, e trabalhou em filmes como Corpo Elétrico (2017), de Marcelo Caetano, Um Animal Amarelo (2020), de Felipe Bragança, e Sem Seu Sangue (2019), de Alice Furtado. Integrou comitês de seleção da Secretaria de Cultura do Espírito Santo e do Festival Internacional de Curtas-Metragens de São Paulo.